sábado, 28 de novembro de 2015

Correm as ondas pela praia
enquanto o vento carrega fortemente
as imagens das águas:
- Náufragos de barcaças,
incautos nas travessias
caem marinheiros
cem mil vezes em vazio.
Gritos de desespero vindos da areia,
desespero pelo fim de vida,
sem que compreendam que a natureza
não pertence a ninguém. 


Sem comentários: