sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

[Dali]




Desmancham-se as peças
do puzzle inacabado
em pressa pelo fim aclamado
como se ao tempo
fosse permissível reter
os dias já dispensados





domingo, 28 de dezembro de 2014



* imagem retirada da net


Não sobrou muito das paredes caiadas de histórias antigas:
quando os versos perderam as rimas
soltaram urros de dores acumuladas.
Cansados de mordaças e gestos prendidos
começaram lentamente a desenhar linhas sem nexos
relembrando esboços de bonecos esquecidos.
Num bater de asas surpreso,
esticaram penas,
lançaram-se em ventos infinitos sem olhar a meios,
fugiram céu adentro para outros caminhos.



sexta-feira, 26 de dezembro de 2014


* imagem retirada da net

Foste palco, notícia,
foste promessa cumprida e não cumprida,
foste voz de amante, choro de criança,
chuva que abafou vozes, vento de levante,
testemunha irregular de notícias,
foste e ficaste palco vagante.


quarta-feira, 17 de dezembro de 2014


* imagem retirada da net


Os teus dedos desvendem caminhos antigos,
podando ramos inúteis,
quebrando vozes surdas.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014





Tropeções na elipse do tempo,
as rodas dentadas sem permissão continuam a ser alimentadas.
Vem o fogo, vem a água,
vêm todos os elementos tentando apaziguar os lestos pensamentos.



sexta-feira, 21 de novembro de 2014


[Kandinsky]



Salta o muro, salta o cerco,
corre colinas com alento.
Vai de vento, vai de vento,
vai de tempo em tempo.
Tem depressa de chegar,
entregar-se ao movimento.


terça-feira, 18 de novembro de 2014




Hoje respirei a manhã
sabendo que todas são diferentes entre si,
o abraço gélido fez-me despertar os sentidos
como se fosse a primeira vez.
Senti-me dentro de mim
e deixei-a navegar no meu sangue.