terça-feira, 7 de outubro de 2014






Salto no espaço, o vazio como abraço,
palavras atiradas ao acaso.
 O corpo cansado dos gestos repetitivos,
venham afagos, venham desígnios.
 
 


1 comentário:

Mar Arável disse...

Quase tudo se conquista